PROCESSO DE PRODUÇÃO DE LEVEDURAS ENRIQUECIDAS COM SELÊNIO A PARTIR DE RESÍDUOS VEGETAIS

 

Introdução

De acordo com artigo recente publicado pela revista Molecules, o selênio é um dos elementos classificados dentro do grupo de micronutrientes indispensáveis à garantia do bom funcionamento de organismos. Inclusive, nos últimos anos, várias foram as descobertas sobre suas potencialidades na dieta animal e humana, tal como seu poder anticancerígeno.

Considerando a importância nutricional desse componente e a necessidade de modelos de produção cada vez mais ambientalmente amigáveis, a presente invenção descreve um processo de produção de leveduras enriquecidas com selênio a partir de resíduos vegetais; tais como o bagaço da cana-de-açúcar e o farelo de arroz, cujos funcionam como fontes de carbono e nitrogênio.

 

Objetivos

Este processo inovador de produção biotecnológica utiliza resíduos agroindustriais como substrato, resultando em uma biomassa de levedura contento altos teores de selênio.

Os animais, como é sabido, obtêm selênio principalmente por meio dos alimentos; assim, essa biomassa pode ser utilizada como componente da alimentação animal para melhorar seu desenvolvimento, fertilidade, qualidade dos ovos, leites e carnes. Bem como atuar como componente na  prevenção de uma série de doenças, por exemplo, o câncer. 

 

Aplicações e público alvo

Ramo Agropecuário, Veterinário e Farmacêutico.  

 

Estágio de desenvolvimento

 

Patente registrada sobre n° BR102016024902-3

 

Informação sobre a PI:
Para mais informações, entre em contato:
Alexandre Venturini Lima
Universidade de São Paulo
55 11 3091 2938
alelima@usp.br
Inventores:
Sabrina Evelin Martiniano
Silvio Silvério Da Silva
Rafael Rodrigues Philippini
Palavras-chave:
© 2019. All Rights Reserved. Powered by Inteum