Processo de Modificação de Cerâmicas Odontológica Cristalinas por Meio de Aplicação de Filme Espesso

 

Introdução

A introdução da zircônia trouxe a possibilidade da confecção de restaurações “metal free” com excelentes propriedades mecânicas e estéticas. No entanto, um fator de extrema importância a ser considerado para um bom prognóstico clínico de restaurações indiretas é sua adesão aos cimentos resinosos de forma a prover alta retenção, prevenção de infiltração marginal e aumento da resistência à fratura e fadiga. Apesar da alta resistência desses materiais cerâmicos supracitados a difícil adesão aos cimentos resinososainda é uma limitação.

 

Objetivos

Tornar funcional a superfície de zircônia através da deposição de um filme vítreo que possibilite ligação química ao cimento resinoso através do uso de um agente de acoplamento silano.

 

 

Aplicações e público alvo

União adesiva entre cerâmica policristalina de zircônia e o cimento resinoso para fixação de peças protéticas.

- Cirurgiões Dentistas.

- Instituições de Ensino Superior na área odontológica.

- Comunidade Científica na área de cerâmicas.

- Laboratórios de prótese

- Empresas de desenvolvimento e comercialização de materiais odontológicos.

 

Estágio de desenvolvimento
 

Parceiros: FUNDECT; UFMS

Patente protegida sob o PI nº: 1.103.021-6

Informação sobre a PI:
Para mais informações, entre em contato:
Alexandre Venturini Lima
Universidade de São Paulo
55 11 3091 2938
alelima@usp.br
Inventores:
Igor Studart Medeiros
Antonio Carlos Hernandes
José Renato Jurkevicz Delben
Angela Antonia Sanches Tardivo Delben
Rodrigo Dalla Lana Mattiello
Palavras-chave:
© 2019. All Rights Reserved. Powered by Inteum