PRODUÇÃO E ATIVIDADE ANTIVIRAL DE DUAS PROTEÍNAS RECOMBINANTES DERIVADAS DA CROTOXINA B

 

INTRODUÇÃO
         A dengue é uma arbovirose (virose transmitida por artrópodes) de suma importância para a saúde pública dos países tropicais e subtropicais. Estima-se que 390 milhões de pessoas se infectem anualmente pelo vírus da dengue. O principal método de combate à dengue é o controle da população de vetores, já que não existe nenhum agente terapêutico específico contra o vírus. E ainda, o desenvolvimento de um tratamento é um desafio, já que, um modelo ideal de fármaco tem que ser eficaz contra os quatro sorotipos virais. Dessa forma, estudos na área de novos fármacos capazes de auxiliarem no tratamento desta doença é de extrema importância e urgência.

        Sabe – se que as toxinas animais têm contribuído significativamente no desenvolvimento das pesquisas básicas e aplicadas em Ciências Biomédicas. Assim, o objeto desta invenção são duas proteínas recombinantes, CB1+6xHis_opt e CB2+6xHis_opt, como agentes antivirais com aplicação no setor farmacêutico. Isto posto, a presente invenção descreve o processo rápido de produção e ação antiviral contra o vírus da dengue das proteínas CB1+6xHis_opt e CB2+6xHis_opt que possuem sua estrutura aminoacídica baseada em duas isoformas da fosfolipase A2 crotoxina B (PLA2-CB) presente no veneno da serpente Crotalus durissus terrificus.

 

APLICAÇÕES E PÚBLICO ALVO

          Pode ser aplicado no campo da medicina, genética, e da biotecnologia. O público alvo são empresas que atuam na área da saúde.

 

               

                                              Figura: Imagem ilustrativa do mosquito que transmite a dengue..                     

 

  ESTÁGIO DE DESENVOLVIMENTO

 

   

 

Área: Saúde e Cuidados Pessoais    0029/2017    FCFRP                            Polo Ribeirão Preto

Pedido de Patente protegido sob o nº: BR102017021627-6                              foprado@usp.br

                                                                                                                  www.patentes.usp.br

Apoio e fomento: CNPq, FAPESP                                                                 

Processo nº2012/12605-1, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP). “As opiniões, hipóteses e conclusões ou recomendações expressas neste material são de responsabilidade do(s) autor(es) e não necessariamente refletem a visão da FAPESP”

 

                                                                                                                                            

Informação sobre a PI:
Para mais informações, entre em contato:
Flávia Oliveira Do Prado Vicentin
Universidade de São Paulo
55 (16) 3315-4591
foprado@usp.br
Inventores:
LUIZ TADEU MORAES FIGUEIREDO
Victor Hugo Aquino Quintana
RAQUEL RINALDI RUSSO
SUELY VILELA SAMPAIO
ADELIA CINTRA
Palavras-chave:
© 2019. All Rights Reserved. Powered by Inteum