PROCESSO DE OBTENÇÃO DE COMPOSTOS CARBONÁCEOS A PARTIR DO BAGAÇO DE CANA DE AÇÚCAR

 

Introdução

       Diversos tipos de compostos carbonáceos, como grafite, coke, piche, fuligem e negro de fumo, são utilizados na indústria eletroeletrônica, como condutor iônico, eletrônico em dispositivos e de armazenagem de energia e também como pigmentos para as indústrias químicas, petroquímicas, de transformação de borracha, termoplásticos, termofixos, tintas, vernizes, e outras.

       No entanto, a produção desses compostos têm, em grande parte delas, como matéria prima derivados do petróleo e carvão mineral, os quais não são fontes renováveis e que prejudicam o meio ambiente.

       Dessa forma, os materiais carbonáceos obtidos a partir de biomassa (casca de coco, broto de bambu, bagaço de cana, dentre outros) têm sido bastante estudados na literatura. O bagaço da cana, especificamente, já tem sido usado para a produção de materiais carbonáceos combustíveis, peneira molecular e carvão ativado.

       Entretanto, como material para alguns setores como de baterias, pigmentos, aditivos de condutividade, este ainda não tinha sido explorado. Neste dispositivos questões de custo, abundância, impacto ambiental são importantes e no caso específico de baterias de intercalação com do Li e Na a crescente demanda sugere fortemente a importância das biomassas na produção de anodos para estas baterias.  Também pode ser um aditivo de condutividade em eletrodos de baterias.

 

 

Objetivos

       Seguindo essa linha, a tecnologia tem como objetivo o processo de obtenção de compostos carbonáceos a partir do bagaço de cana de açúcar, respectivos compostos e seus usos particularmente para baterias de intercalação (Li, Na).

 

Benefícios

a) Bagaço da cana de açúcar é uma fonte renovável e abundante.

b) Custo relativamente baixo, quando comparado a outros processos que usam como precursores carbonos minerais e produzidos a partir do petróleo;

c) Baixo impacto ambiental em relação aos demais processos. O bagaço de cana apresenta baixo teor de voláteis em relação a precursores derivados do petróleo e outras biomassas.

d) Tem performance que pode atender alguns tipos de baterias de intercalação.

 

Aplicações

Produção de anodos e aditivos de condutividade elétrica para dispositivos de armazenagem/conversão de  energia.

 

Público alvo: A presente tecnologia é aplicada nas industrias de baterias e/ou de empresas que buscam desenvolver produtos a partir do bagaço da cana.

 

Patente concedida no INPI sob n° PI 9903330-5

Informação sobre a PI:
Para mais informações, entre em contato:
Flávia Oliveira Do Prado Vicentin
Universidade de São Paulo
55 16 3602 4651
foprado@usp.br
Inventores:
Palavras-chave:
© 2019. All Rights Reserved. Powered by Inteum