NOVOS COMPOSTOS AZOMETÍNICOS DERIVADOS DE 5-NITROFURANO COM EFICÁCIA NO TRATAMENTO DE DOENÇAS DE CHAGAS

 

NOVO CANDIDATO A FÁRMACO PARA O TRATAMENTO DE DOENÇAS DE CHAGAS

 

FANNY PALACE-BERL; KERLY FERNANDA MESQUITA PASQUALOTO; LEOBERTO COSTA TAVARES

 

INTRODUÇÃO

              A doença de chagas, classificada como extremamente negligenciada, é endêmica em 21 regiões da América Latina e, devido a correntes migratórias, tem se espalhado além de seus limites tradicionais de ocorrência. Com 6 a 7 milhões de indivíduos portadores, a doença de Chagas conta somente com um fármaco disponível para o seu tratamento, o benznidazol, mas que atua apenas na fase aguda da doença.

              Pensando na necessidade do desenvolvimento de um tratamento mais eficaz e que alcance a fase crônica da doença, a presente tecnologia foi fundamentada na modificação molecular da nifuroxazida,  fármaco antimicrobiano e anti-parasitário, utilizado como composto-protótipo, de maneira a obter uma biblioteca de compostos azometínicos derivados do 5-nitrofurano. Desta biblioteca foram selecionados compostos com alta eficácia e baixa toxicidade para o tratamento da Doença de Chagas, tanto na fase aguda como na fase crônica, sendo esta última a responsável pela maior morbidade, frequentemente com incapacitação de seus portadores, e pelo alto índice de mortalidade da doença

 

APLICAÇÕES E PÚBLICO ALVO

              A tecnologia serve como ferramenta de apoio no setor industrial farmacêutico e farmoquímico, na área Saúde e Cuidados (Humanos e animais), visando o tratamento de uma doença altamente negligenciada de maneira mais segura e eficaz durante as fases aguda e crônica da doença.

 

 

                         

 

Figuras -1.  Zonas endêmicas da Doença de Chagas, em 2015.

2. Espécie Triatoma brasiliensis, vetor da Doença de Chagas em áreas brasileiras.

 

ESTÁGIO DE DESENVOLVIMENTO

 

 

                                                                                                                                                                                  

Área: Saúde e Cuidados (Humanos e Animais); Outros;  0083/2016                                                             

Faculdade de Ciências Farmacêuticas - USP                                                                           

 APOIO E FOMENTO: processo nº2016. 1.515.9.1, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP).

“As opiniões, hipóteses e conclusões ou recomendações expressas neste material são de responsabilidade do(s) autor(es) e não necessariamente refletem a visão da FAPESP”                       Polo São Paulo

Protegida sob o nº:  BR102018000642-8                                                          alelima@usp.br

                                                                                                                          www.patentes.usp.br

Informação sobre a PI:
Para mais informações, entre em contato:
Alexandre Venturini Lima
Universidade de São Paulo
55 11 3091 2938
alelima@usp.br
Inventores:
Palavras-chave:
© 2019. All Rights Reserved. Powered by Inteum