NOVA FORMULAÇÃO POLIMÉRICA NANOESTRUTURADA PARA TRATAMENTO DA PCM

 

INTRODUÇÃO
A paracoccidioidomicose (PCM) é uma infecção fúngica sistêmica com casos epidemiológicos em quase toda a América Latina, principalmente no Brasil, causada por fungos termodimórficos do gênero Paracoccidioides. Esta micose afeta primariamente os pulmões mas pode disseminar-se por vários órgãos através do sistema linfático.

Os principais medicamentos disponíveis atualmente no mercado para o tratamento desta infecção são eficazes, no entanto apresentam importantes efeitos colaterais e longo tempo de tratamento. Para contornar essa situação, a presente invenção utiliza-se da nanotecnologia para reduzir a concentração do peptídeo P10, utilizado durante o protocolo de imunização, aumentar a eficácia durante o tratamento medicamentoso e diminuir recidivas ao final do tratamento.

O desenvolvimento dessa vacina intranasal a base de nanopartículas de quitosana complexadas com o peptídeo P10 gera resposta imune protetora e auxilia no tratamento da PCM, reduzindo a carga fúngica quando utilizada na presença ou na ausência de medicamentos antifúngicos.

 

APLICAÇÕES E PÚBLICO ALVO

A tecnologia serve como ferramenta de apoio no setor industrial farmacêutico e farmoquímico, na área de Saúde e Cuidados (Humanos e animais), visando o tratamento da PCM por meio de uma vacina que diminui o custo de utilização do peptídeo P10 e aumenta a eficácia da proteção imunológica.

 

               

   Figura  - 1. (X)Primeiras áreas conhecidas como de alta endemicidade, (X) Áreas de alta endemicidade reconhecidas a partir de 1990, (X) Áreas com recentes evidências de aumento de endemicidade, (X) Áreas com moderada endemicidade, (X) Áreas com baixa endemicidade. (Adaptado de MARTINEZ, 2017);

                2. Ciclo da PCM. Fonte:https://bit.ly/2Lwtm9E (SANTOS JÚNIOR, 2018)

                     

 

  ESTÁGIO DE DESENVOLVIMENTO

                        

 

Área: Saúde e Cuidados (Humanos e Animais)   0085/2018                                                Polo São Paulo                                                  Instituto de Ciências Biomédicas USP

Patente protegida sob o nº:  BR102019012313-3                                                                 alelima@usp.br

                                                                                                                                             www.patentes.usp.br

Informação sobre a PI:
Para mais informações, entre em contato:
Alexandre Venturini Lima
Universidade de São Paulo
55 11 3091 2938
alelima@usp.br
Inventores:
CARLOS PELLESCHI TABORDA
ANDRÉ CORRÊA AMARAL
SAMUEL RODRIGUES DOS SANTOS JÚNIOR
LUCAS DOS SANTOS DIAS
FRANCENYA KELLEY LOPES DA SILVA
Palavras-chave:
© 2019. All Rights Reserved. Powered by Inteum