Marcadores fluorescentes para detecção de possíveis adulterações em etanol combustível

 

Introdução

A utilização de marcadores em combustíveis por empresas distribuidoras é uma prática comum para atestar a qualidade e a procedência dos produtos. Contudo, os marcadores hoje utilizados (corantes orgânicos) são importados e demasiadamente dispendiosos. Nesse sentido, foram empregados complexos fluorescentes de terras raras em etanol combustível visando o desenvolvimento de novos sistemas que permitam a detecção de possíveis adulterações  na matriz  combustível.

Objetivos

Este trabalho visa o emprego de complexos fluorescentes eficientes e economicamente viáveis, capazes de atestar a origem do etanol utilizado como combustível automotivo.

 

Aplicações e público alvo

Os marcadores fluorescentes são adicionados ao etanol combustível em baixas concentrações (as quais podem variar de ppm a ppb). Estes são altamente seletivos e invisíveis a olho nu, tornando-se luminescentes somente sob irradiação UV. Tal produto é destinado a produtoras bem como distribuidoras de etanol combustível.

 

Estágio de desenvolvimento
 

Parceiros: CNPq
Patente registrada sobre n° BR 10 2012 022540-9

 

Informação sobre a PI:
Para mais informações, entre em contato:
Alexandre Lima
Universidade de São Paulo
alelima@usp.br
Inventores:
Osvaldo Antônio Serra
Eliane Ribeiro Januário
Palavras-chave:
© 2019. All Rights Reserved. Powered by Inteum