METÓDO DE PRODUÇÃO DOS BIOSSENSORES PARA DETECÇÃO E QUANTIFICAÇÃO DO HORMÔNIO ADIPONECTINA E MÉTODO E DIAGNÓSTICO DE DISFUNÇÕES METABÓLICAS

 

INTRODUÇÃO
          O crescimento contínuo da obesidade tem atraído a atenção às diversas condições associadas, como diversos tipos de câncer, doenças cardiovasculares e, a que pode ser mais devastante, diabetes mellitus tipo 2 (DM 2). De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a diabetes mellitus afeta atualmente 347 milhões de pessoas, e seu crescimento indica que esta doença estará entre as sete principais causas de morte em 2030. Pesquisas recentes apontam que o hormônio adiponectina correlaciona-se em nível molecular com a resistência à insulina e DM 2.

          Dessa maneira, a quantificação da adiponectina plasmática possui grande potencial para o diagnóstico precoce de pacientes pré-diabéticos e pode oferecer uma melhor perspectiva para a saúde futura destes. Por outro lado, sabe-se que o desenvolvimento de biossensores eletroquímicos é de grande interesse em diversas áreas, como a ambiental, alimentícia, médica e de diagnóstico.

          Assim, a presente invenção foi desenvolvida com os objetivos de: Propor biossensores para detecção e quantificação do hormônio adiponectina em uma amostra biológica; propor o método de produção dos biossensores para detecção e quantificação do hormônio adiponectina em uma amostra biológica; propor um método de diagnóstico de disfunções metabólicas pela detecção e quantificação do hormônio adiponectina em uma amostra biológica.

 

APLICAÇÕES E PÚBLICO ALVO

          Pode ser aplicado no campo da medicina, genética, e da biotecnologia. O público alvo são empresas que atuam na área da saúde.

 

               

    Figura: Detecção de diferentes concentrações do hormônio adiponectina utilizando a técnica eletroquímica de voltametria cíclica.                     

 

  ESTÁGIO DE DESENVOLVIMENTO

   

 

Área: Saúde e Cuidados Pessoais      0082/2014    IFSC                                                    Polo São Carlos

Pedido de Patente protegido sob o nº: BR102014024605-3                                           eduardobrito@usp.br

                                                                                                                                             www.patentes.usp.br

Informação sobre a PI:
Para mais informações, entre em contato:
Flávia Oliveira Do Prado Vicentin
Universidade de São Paulo
55 (16) 3315-4591
foprado@usp.br
Inventores:
Valtencir Zucolotto
Laís Canniatti Brazaca
Bruno Campos Janegitz
Juliana Cancino Bernardi
Palavras-chave:
© 2019. All Rights Reserved. Powered by Inteum