MATERIAIS RESTAURADORES RESINOSOS CONTENDO NANOPARTÍCULAS DE FOSFATO DE CÁLCIO DOPATAS COM PRATA

 

Introdução

A cárie dentária é uma das doenças mais prevalentes na população e seu tratamento inclui, além da remoção dos agentes etiológicos, a restauração dentária, que pode apresentar recidiva de cárie em suas margens. Atualmente, as resinas compostas são inertes e não possuem capacidade de inibir o desenvolvimento de novas lesões. A fim de conferir bioatividade a esses materiais, esta inovação combina a incorporação de partículas de fosfato de cálcio (para promoção de remineralização do tecido dentário) dopadas com prata (para inibição de crescimento de placa bacteriana). 

 

Objetivos

Propor um processo de obtenção de um material restaurador formado por partículas mistas de fosfato de cálcio e fosfato de prata dispersas em uma matriz resinosa, com capacidade de liberar íons para promoção de remineralização e prevenção da colonização bacteriana no seu entorno.

 

Aplicações e público alvo

a) Preparo de composições restauradores e cimentos para tratamento odontológico, especialmente em cáries e prevenção de novas lesões;

b) Emprego na área médica;

c) Empresas das áreas médica e odontológica que produzem biomateriais.

 

Estágio de desenvolvimento
 

Parceiros: CAPES

Patente registrada sobre n° BR 10 2015 020627-5

Informação sobre a PI:
Para mais informações, entre em contato:
Alexandre Venturini Lima
Universidade de São Paulo
55 11 3091 2938
alelima@usp.br
Inventores:
Roberto Ruggiero Braga
Thiago Lewis Reis Hewer
Livia Camargo Natale
Giancarlo Espósito De Souza Brito
Palavras-chave:
© 2019. All Rights Reserved. Powered by Inteum