MÉTODO DE EXTRAÇÃO DA IMUNOGLOBULINA A SECRETÓRIA (SIGA) A PARTIR DO LEITE MATERNO E COLOSTRO HUMANO E SEU USO CLÍNICO POR VIA ORAL

 

Introdução

Anticorpos secretores presentes no colostro e leite materno conferem proteção ao recém-nascido pois revestem as superfícies mucosas inibindo a aderência de bactérias e outros patógenos microbianos neutralizando seus fatores de virulência, inativando vírus e toxinas. Preparações de imunoglobulinas séricas que existem no mercado como IgG endovenosa não são adequadas ao uso por via oral por não serem adaptadas à ação nas superfícies mucosas.

Objetivos

A presente invenção tem como objetivo o isolamento de anticorpos secretores da classe IgA (SIgA) a partir de colostro e leite humanos, para administração por via oral para casos com indicação clínica de imunização passiva, como por exemplo: casos de imunodeficiências primárias ou secundárias, imunossupressão, intoxicações, infecções por microorganismos toxigênicos ou patogênicos, prematuros e recém-natos com peso muito baixo.

 

Aplicações e público alvo

-Clínicas pediátricas e de imunounodeficiência

-Berçários para recém-nascidos de alto risco

-Hospitais

-Laboratórios e indústrias de imunobiológicos

 

Estágio de desenvolvimento
 

Parceiros: FAPESP e Instituto Butantã

Patente registrada sobre n° PI0404861

 

Informação sobre a PI:
Para mais informações, entre em contato:
Alexandre Venturini Lima
Universidade de São Paulo
55 11 3091 2938
alelima@usp.br
Inventores:
Cristiane Barros Carbonare
Solange Barros Carbonare
Magda Sales Carneiro Sampaio
Palavras-chave:
© 2019. All Rights Reserved. Powered by Inteum