Inovação que Previne Contaminação em Pacientes Intubados

 

Introdução

Atualmente, a principal causa de infecção hospitalar durante a internação de pacientes ainda é a pneumonia causada pela bactéria streptococos. Estima-se também que mais de 40% das fatalidades são causadas por infecções pulmonar. O combate a tais infecções atualmente tem sido com antibióticos. O ambiente hospitalar, no entanto, é de grande rotatividade de pacientes, levando as bactérias a desenvolverem rapidamente resistência. Isso faz com que o combate à infecção se torne mais e mais difícil, demandando da indústria de antibióticos um esforço de desenvolvimento de novos antibióticos cada vez maior.

 

Objetivos

A presente invenção refere-se a um processo e dispositivo que permite evitar infecções durante o processo de intubação de pacientes pós-cirurgia ou com deficiência respiratória, o qual utiliza da ação fotodinâmica em conjunto com o guiamento de luz, evitando a formação de colônias bacterianas, que é o foco das infecções hospitalares nestes tipos de pacientes, principalmente a pulmonar.

 

Aplicações e público alvo

Utilização em hospitais e clínicas especializadas em cirurgias

 

Estágio de desenvolvimento

 

Parceiros: FAPESP e CNPq

Patente registrada sob n° BR 20 2013 007190-6

Informação sobre a PI:
Para mais informações, entre em contato:
Alexandre Lima
Universidade de São Paulo
alelima@usp.br
Inventores:
Vanderlei Salvador Bagnato
Palavras-chave:
© 2019. All Rights Reserved. Powered by Inteum