Inovação para a Troca da Água de Lastro em Navios

 

Introdução

O transporte marítimo é responsável por 90% do transporte de cargas no mundo. Contudo, é considerado um vetor de transferência de espécies exóticas que sobrevivem em tanques de água de lastro. Está água descarrega nas regiões costeiras podem causar danos severos ao meio ambiente marinho. Os parâmetros físicos, químicos e biológicos são os indicativos para sobrevivência de espécies dentro dos tanques dos navios. Deste modo, uma forma de verificar a probabilidade de uma transferência de espécies é o monitoramento desses parâmetros.

 

Acessada em 09/01/15 - clique aqui.

Objetivos

Esta patente visa monitorar a qualidade da água de lastro em tanques de navios mercantes. Correlacionado parâmetros físicos, químicos e biológicos com a localização do navio (GPS) por meio de um monitoramento remoto.  Podem ser monitorados, entre outros, os seguintes parâmetros:  salinidade, turbidez, oxigênio dissolvido, temperatura  e presença de matéria orgânica na água.

 

 

Aplicações e público alvo

• Empresa de navegação;

• Autoridades marítimas e sanitárias;

• Empresas de tratamento de sistemas de água de lastro a bordo dos navios;

• Sociedades classificadoras;

• Organizações de regulação de transporte marítimo.

 

 

Estágio de desenvolvimento
 

 

Patente registrada sob n° BR102013000136-8

Informação sobre a PI:
Para mais informações, entre em contato:
Alexandre Lima
Universidade de São Paulo
alelima@usp.br
Inventores:
Newton Narciso Pereira
Hernani Luiz Brinati
Marcelo Nelson Páez Carreño
Marco Isaías Alayo Chávez
Fábio Belotti Colombo
Geert Jan Prange
Murilo Zubioli Mielli
Palavras-chave:
© 2019. All Rights Reserved. Powered by Inteum