FORMULAÇÃO DA MILTEFOSINA EM SISTEMA NANOESTRUTURADO DE ALGINATO PARA O TRATAMENTO DE INFECÇÕES FÚNGICAS

 

DESENVOLVIMENTO DE FORMULAÇÃO DA MILTEFOSINA EM SISTEMA NANOESTRUTURADO PARA TRATAMENTO DE INFECÇÕES FÚNGICAS

 

Cristina C. Spadari, Fernanda W. M. S.  De Bastiani, Kelly Ishida e Luciana Biagini Lopes

 

Introdução

Estima-se que infecções fúngicas acometam mais de 1,7 bilhão de indivíduos no mundo. Tais infecções têm crescido em número e importância nesses últimos anos, ocupando o quarto lugar entre os agentes etiológicos mais frequentes, estando associadas à elevada taxa de mortalidade e morbidade em infecções hospitalares. A elevada incidência e ampla distribuição justificam o interesse mundial por novos tipos de tratamento que associem eficácia e redução de efeitos adversos.

 

Figure 1 Infecção por  fungo filamentoso

 

Figure 2 Infecção por  Sporothrix.

 

 

Objetivos

A miltefosina possui uma grande quantia de severos efeitos adversos, porém possui alta eficácia contra infecções. Ela apresenta amplo espectro de ação antifúngica, sendo efetiva sobre fungos filamentosos, leveduras e fungos dimórficos.  O nanocarreador foi desenvolvido para possibilitar a inclusão do composto no arsenal terapêutico, levando a uma melhora da eficácia, da farmacocinética e diminuição de toxicidade

 

Aplicações e público alvo

As infecções fúngicas  acometem o mundo inteiro, tendo maior frequência em pacientes já internados em hospitais. Logo, o medicamento é de interesse para as indústrias farmacêuticas.

 

Estágio de desenvolvimento

 

 

 

Patente protegida sob  o nº: BR 102017018011-5

 

Informação sobre a PI:
Para mais informações, entre em contato:
Alexandre Venturini Lima
Universidade de São Paulo
55 11 3091 2938
alelima@usp.br
Inventores:
Kelly Ishida
Cristina De Castro Spadari
Luciana Biagini Lopes
Fernanda Walt Mendes Da Silva De Bastiani
Palavras-chave:
Antifúngico
Infecções Fúngicas
Miltefosina
Nanocarreador
Nanopartículas
Tecnologia Farmacêutica
© 2019. All Rights Reserved. Powered by Inteum