ESPECTRÔMETRO PARA USO EM SISTEMA DE RESSONÂNCIA MAGNÉTICA

 

Introdução

O Espectrômetro é um dos principais componentes de um equipamento de ressonância magnética, entretanto, diferente da presente invenção, com o passar do tempo os sistemas existentes ficam obsoletos ou não permitem a sua reestruturação para desenvolvimento de novas técnicas, além de apresentarem pouca flexibilidade para adição de novas funcionalidades e impossibilidade de definir novas instruções no código executado. Portanto, os dispositivos atuais possuem pouca flexibilidade para a evidência de novas necessidades, novas tecnologias e novos problemas representados pelos métodos de ressonância magnética.

 

Objetivos

O Espectrômetro foi desenvolvido a fim de permitir o uso de sofisticados equipamentos como, por exemplo, um scanner de MRI, em aplicações em outras áreas da ciência, possibilitando que cientistas desenvolvam experimentos específicos, ou mesmo para o ensino. Com uma tecnologia que permite sintetizar hardware a partir de software, com base em lógicas programáveis (FPGA), o sistema desenvolvido busca imunidade à obsolescência, daí a sua versatilidade, permitindo criar tantas quantas as funcionalidades que o usuário pretender, de forma muito mais rápida e eficiente do que com o hardware convencional. 

 

Aplicações e público alvo

A abordagem utilizada focaliza também no desenvolvimento de um ambiente de desenvolvimento (IDE - do inglês Integrated Development Environment) que disponibilize aos usuários pesquisadores uma plataforma estável, amigável e sem limitações quanto à usabilidade do sistema, característica raramente encontrada nos sistemas comerciais existentes. Para citar um exemplo, um scanner de Imagens por RM pode constituir uma poderosa ferramenta de pesquisa não limitada ao uso em Diagnóstico Clínico graças à sua vertente multipropósito, com aplicações nas mais diversas áreas: ciências dos materiais, indústria do petróleo, agronomia, medicina, pecuária, aeronáutica e agricultura, entre outras. O sistema pode ser facilmente customizado para funcionar como um Relaxômetro, um Espectrômetro Analítico de Ressonância Magnética, ou ainda um Scanner de Imagens e Espectroscopia in vivo por Ressonância Magnética.

 

 

Público alvo: Indústria de equipamentos eletrônicos e médico-hospitalares.

 

 

Estágio de desenvolvimento
 

 

Patente registrada sobre n° BR 10 2015 000624-1

Informação sobre a PI:
Para mais informações, entre em contato:
Eduardo Vieira De Brito
ADMINISTRADOR
Universidade de São Paulo
55 16 3373 8052
eduardobrito@usp.br
Inventores:
Alberto Tannús
Édson Luís Géa Vidoto
Mateus José Martins
Palavras-chave:
© 2019. All Rights Reserved. Powered by Inteum