DISPOSITIVO ACESSÓRIO PARA TÉCNICAS DE MICROEXTRAÇÃO E USO DO DISPOSITIVO

 

INTRODUÇÃO
          Em uma análise química quantitativa existem diferentes etapas, entre elas, a de preparo de amostra. Essa é considerada a etapa mais sensível de todo o processo de análise, consumindo até 70% do tempo total de análise, sendo também uma das principais fontes de erro da análise.

Com o passar dos anos, as técnicas de preparo de amostra vieram evoluindo rapidamente, com melhorias expressivas devido à busca pela automatização e miniaturização dos procedimentos que possibilitaram a minimização dos erros, do tempo de análise e do consumo de amostras e solventes.

A presente invenção compreende um dispositivo acessório acoplável de forma não permanente na ponta de qualquer agulha, seringa, tubo capilar e/ou ponta de pipetagem, operada de forma manual e/ou automatizada, para obter a formação de gotas não só com volume várias vezes superior ao das gotas obtidas convencionalmente, como também com suficiente estabilidade para permitir que essas gotas possam ser empregadas em procedimentos de microextração, sob condições de agitação, aquecimento, salting out, etc.

Quando comparado aos produtos existentes, destacam-se as principais características:

É susceptível de ser usada com qualquer tipo de agulha de ponta reta e/ou biselada (que permite obter gotas de maior volume que as obtidas com agulhas de ponta reta); Permite um aumento significativo do volume da gota empregada no procedimento de extração (variável entre 2 e >100 µL); Permite empregar os reservatórios de amostra comerciais sem nenhuma modificação, sem danificá-los; Mantém a funcionalidade do septo e permite a automatização/acoplamento dos procedimentos de preparo de amostra e análise cromatográfica por meio de um robô cartesiano e/ou um injetor automático do equipamento de cromatografia; O acessório usado para expandir o volume da gota não está fixado diretamente na ponta da agulha metálica, e sim, mediante uma coroa que permite seu posicionamento diretamente no recipiente da amostra.

 

APLICAÇÕES E PÚBLICO ALVO

          Insere- se no segmento da química analítica, empregada por exemplo em procedimentos de preparo de amostra mediante a técnica de Single Drop Microextraction (SDME) podendo ser operada de forma manual e/ou automatizada, tendo como foco empresas que fabricam equipamentos laboratoriais para a realização de procedimentos voltados a Química.