Cultura e Caracterização de Células Epiteliais: Modelo Celular para o Estudo de Doenças Genéticas

 

Introdução

Mesmo com a conclusão do mapeamento do genoma humano diversas doenças genéticas permanecem sem o conhecimento de sua causa. Entretanto, para realizar essas pesquisas, é necessário ter material clínico em quantidade suficiente para analisar o genoma desses pacientes. A facilidade na coleta do material também é um ponto fundamental. Diversas patologias genéticas manifestam um quadro clínico que dificulta qualquer tipo de coleta de material biológico, podendo exigir cuidados extras. Sendo assim, uma amostra que pudesse ser coletada de forma simples e indolor facilitaria muito o procedimento em pacientes especiais. Neste trabalho visamos obter células epiteliais da mucosa oral humana através de um método facilitador, para serem utilizadas como modelos celulares para o estudo de doenças genéticas. 

Objetivos

Isolamento, cultivo e caracterização das células epiteliais da mucosa oral humana.

 

Aplicações e público alvo

A presente invenção descreve um processo de obtenção e cultivo de células epiteliais da mucosa oral humana não por biopsia, como já foi relatado em literatura. O presente processo traz vantagens na forma de obtenção, por ser indolor, rápido, prático e pouco invasivo principalmente quando o público alvo são pacientes  especiais e a coleta do material é normalmente difícil.

 

 

Estágio de desenvolvimento

 

Patente protegida sob o nº: PI 1.104.894-8

Informação sobre a PI:
Para mais informações, entre em contato:
Alexandre Lima
Universidade de São Paulo
alelima@usp.br
Inventores:
Fabiele Baldino Russo
Graciela Pignatari Simões Alves
Isabella Rodrigues Fernandes
Maria Angélica Miglino
Patricia Balleiro Beltrão Braga
Palavras-chave:
© 2019. All Rights Reserved. Powered by Inteum