Composto com potencial antialérgico

 

INTRODUÇÃO
          A presente invenção refere-se à síntese de um novo combinado a um anti-inflamatório não esteroidal,cujo potencial antialérgico é evidenciado por sua capacidade de inibir a desgranulação dos mastócitos, responsáveis pelo desencadeamento das reações alérgicas imediatas. 

          Especificamente, a invenção descreve a obtenção de um composto de rutênio coordenado a pelo menos um anti-inflamatório, em que os anti-inflamatórios podem ser cetoprofeno, ibuprofeno, fenoprofeno, flurbiprofeno, naproxeno, ou indoprofeno e o composto de rutênio binuclear apresenta ponte de IJ-oxo. A ponte de oxigênio entre os dois centros metálicos promove a formação de uma região central planar (plano definido pelos três atómos M-0-M) que divide o complexo de maneira a direcionar os dois ligantes carboxilatos (no caso da invenção, as moléculas de anti-inflamatórios não esteroidais) em direções opostas no espaço, com um ângulo definido entre eles. A interação dos compostos em questão com alvos celulares depende da conformação dos compostos, ou seja, da distribuição espacial dos grupos químicos presentes no composto, que é direcionada pela ponte de oxigênio.

          Testes biológicos, realizados in vitro, mostram que o composto de fórmula (I) [Ru2O(Ket)2(py)6](PF6)2 inibe a desgranulação de mastócitos, da linhagem RBL-2H3, induzida pela presença do alergeno.

 

APLICAÇÕES E PÚBLICO ALVO

         Aplicado na atividade antialérgica evidenciada por sua capacidade de inibir a desgranulação dos mastócitos. O público alvo consiste na Indústria farmacêutica produtora de antialérgicos.

 

               

                                              Figura: Efeito do composto antialérgico sob a liberação da enzima 13-hexosaminidase em células RBL-2H3                     

 

  ESTÁGIO DE DESENVOLVIMENTO

   

Área: Saúde e Cuidados Pessoais    0122/2015    FCFRP                                        Polo Ribeirão Preto

Patente protegida sob o nº:  BR102015019013-1                                                          foprado@usp.br

                                                                                                                                     www.patentes.usp.br

Apoio e fomento:  FAPESP.

Processo nº 12/232445-6, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP). “As opiniões, hipóteses e conclusões ou recomendações expressas neste material são de responsabilidade dos(s) autor(es) e não necessariamente refletem a visão da FAPESP".

Informação sobre a PI:
Para mais informações, entre em contato:
Flávia Oliveira Do Prado Vicentin
Universidade de São Paulo
55 (16) 3315-4591
foprado@usp.br
Inventores:
Palavras-chave:
© 2019. All Rights Reserved. Powered by Inteum